Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

P.Queiroz participa de reunião sobre casa própria e cobra flexibilidade nas negociações por parte da Seplag

P.Queiroz participa de reunião sobre casa própria e cobra flexibilidade nas negociações por parte da Seplag

Minha Casa, Minha Vida

Na tarde desta segunda-feira (04), na Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), a coordenação do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais (FUASPEC), juntamente com a direção do Sindicato Mova-se e os representantes da Federação Nacional dos Servidores e Empregados Públicos Estaduais e do Distrito Federal – Fenasepe participaram da discussão com o assessor especial da Seplag, José Luiz dos Santos, sobre as condições especiais de financiamento da casa própria para servidores públicos das três esferas de governo.

O Programa Minha Casa Minha Vida, responsável por proporcionar moradia a quem antes não tinha acesso, agora atenderá aqueles trabalhadores e trabalhadoras com faixa salarial abaixo do que exige o sistema financeiro habitacional. 

O presidente da Aspramece e coordenador Jurídico do Fuaspec, P.Queiroz, está participando ativamente dessa discussão. "O programa tem que proporcionar uma melhoria na qualidade de vida dos servidores. E o primeiro passo para isso é  a participação dos servidores durante as negociações entre bancos e Seplag, na verdade é o que esperamos por parte da Seplag, comenta P.Queiroz e ressalta "Na negociação entre banco e servidor tem que deixar consignado que não é somente casa nova, como também, casa usada, além da flexibilidade dos bancos em renegociar as dívidas dos companheiros", finaliza.  

Na reunião, ficou sugerida uma linha de crédito com taxas de juros abaixo das taxas de mercado. "Além das baixas taxas de juros, é preciso um modelo de autogerenciamento onde os servidores através de seus representantes possam conduzir o processo tanto de compra do terreno, como de construção dos imóveis, mas todo esse processo ainda está sendo negociado com o governo”, ressaltou o secretário-geral do Mova-se Hernesto Luz. 

A diretora da Federação Nacional dos Servidores e Empregados Públicos Estaduais e do Distrito Federal – Fenasepe, Valéria Mendonça, diz que esse avanço só foi possível após o lançamento do “MOVIMENTO PRÓ-MORADIA – Programa Habitacional para o Serviço Público”, no dia 15 de fevereiro de 2013. 

 

O dilema da Casa Própria

Com o levantamento informal do déficit habitacional dos servidores públicos percebeu-se que a falta da casa própria é um dilema para trabalhadores, além dos baixos salários, a burocracia do sistema e a falta de comprovação de benefícios remunerados, que no caso dos servidores estaduais não entram em folha, emperram o negócio. 


 

Aspramece com informações do Mova-se.

 

Compartilhe esta notícia:

Comentários

 

Seja o primeiro a comentar!

Deixe um comentário


Preenchimento obrigatório!

Preenchimento obrigatório!E-mail inválido!

Preenchimento obrigatório!Valor inválido!

Preenchimento obrigatório!